Ao nome “Paula” são atribuídos os significados de “pequena”, “de baixa estatura” ou simplesmente “delicada”. Trata-se de um nome feminino muito comum no Brasil, por aqui, as meninas batizadas com este nome recebem o apelido afetivo de “Paulinha”, pelo qual são chamadas pelas suas famílias, assim como pelos seus amigos mais próximos.

Ainda no Brasil, o seu uso é muito comum na formação de nomes compostos, o que dá origem a nomes como “Ana Paula” e “Maria Paula”, por exemplo. A seguir, iremos conhecer melhor a sua história de origem, para compreendermos todos os significados por trás deste belo nome feminino.

A origem do nome “Paula”

O nome “Paula” se trata simplesmente de uma versão feminina para o nome “Paulo”, que se originou a partir do latim “Paullus”. Este nome, por sua vez, partiu do termo “paullo”, que é traduzido literalmente para “pequeno” ou “baixo”. Devido a esses sentidos relacionados ao nome “Paulo”, os traços de “delicado” também são agregados a ele por extensão. Dessa forma, todos esses significados são adaptados para o gênero feminino e, assim, passam a ser transmitidos para o nome “Paula”, assim como para todas as meninas batizadas com ele pelas suas famílias.

A história do nome “Paula”

Como forma feminina do nome “Paulo”, a história de “Paula” está fortemente ligada com a da versão original. Este, por sua vez, teve os seus primeiros usos na forma de um sobrenome durante a Roma Antiga, e se tornou popular devido à figura de São Paulo, um importante líder da igreja cristã, que deve a sua história contada no Novo Testamento, como parte do livro de Atos.

Os primeiros registros de “Paulo” como nome próprio passaram a surgir na Inglaterra após a conquista normanda, quando o nome era utilizado exclusivamente por monges. Na Idade Média, o nome enfim passou a ser utilizado fora de um contexto religioso, embora tenha sido somente depois do século XVII que ele passou a ganhar mais popularidade.

A versão feminina, “Paula”, também se tornou muito popular entre os cristão devido à figura de Santa Paula. Esta figura se tornou conhecida dentro da Igreja Católica como a co-patrona da Ordem de São Jerónimo. Devido a isso, assim como a sua contraparte masculina, “Paulo”, o nome “Paula” foi sempre muito popular dentro de famílias cristãs, mas com a sua crescente popularidade através dos anos, passou a ser utilizado por famílias fora deste contexto também.

A numerologia do nome “Paula”

Dentro da numerologia, o nome “Paula” está relacionado ao número 6. As pessoas com a personalidade ligada ao número 6 costumam ser muito passionais e humanistas. Isso significa que Paula sempre será guiada pelas suas emoções, escolhendo fazer aquilo que faz ela se sentir melhor.

Além disso, estará sempre preparada a se sacrificar por aqueles que ama. Com um coração enorme, o bem-estar dos seus amigos estará sempre em primeiro lugar, por isso ela se fará disponível para ajudar os seus amigos não importa qual for o seu problema. Muito carinhosa, Paula sempre tentará agradar a pessoa amada fazendo o que for possível por ela.