Ao nome “Eva” são atribuídos os significados de  “a que vive”, “a vivente”, “a que tem vida” ou até mesmo “cheia de vida”. Trata-se de um belo nome feminino que carrega consigo traços de vitalidade e energia, que são transmitidos às meninas batizadas com ele pelas suas famílias.

“Eva” trata-se de um nome que tem ganho muita popularidade, tanto no Brasil quanto em outros lugares do mundo,  devido a sua sonoridade leve e simples, o que agrada muitos pais na hora de escolher um nome para suas filhas. A seguir, iremos entender um pouco melhor sobre a origem e a história deste bonito nome feminino.

A origem do nome “Eva”

A raiz etimológica do nome “Eva” é encontrada no hebraico, onde ele surgiu como uma tradução para os nomes “Hawwá” e “Havah”. Estes nomes, por sua vez, têm a sua origem a partir do termo “hawá”, em hebraico, que quando traduzido para o português, quer dizer “ela viveu”.

Devido a essa tradução, os significados de “a que vive” e “a vivente” são atribuídos ao nome “Eva”. Já os significados de “a que tem vida” e “cheia de vida” são relacionados a este nome por extensão, devido aos significados simbólicos que as traduções originais levam consigo.

A história do nome “Eva”

A história da popularização do nome “Eva” não deve ser um mistério para ninguém. Ele é conhecido mundialmente devido ao seu uso na Bíblia Sagrada, onde é utilizado para dar nome à primeira mulher criada por Deus. Na história, Eva foi criada a partir da costela de Adão, o primeiro homem criado por Deus, para que esta preenchesse a solidão do homem.

O nome, porém, não era muito utilizado no princípio devido à conotação negativa que ele recebeu pela personagem na Bíblia Sagrada. Na história, Eva e Adão viviam no Jardim de Éden, mas foram expulsos por terem comido o fruto proibido por influência de Eva, que fora enganada pela serpente.

A popularização do nome “Eva”

Apesar disso, o nome acabou se tornando comum durante a Idade Média, e seu uso cresceu muito na Inglaterra, durante o século XII, sob a forma “Eve”, utilizada até hoje pelos países falantes da língua inglesa. Nessa época, o nome também foi adotado em países como a irlanda e a Escócia, onde ele passou a ser utilizado para substituir os nomes “Aoiffe” e “Eubha”.

No final do século XIX e no começo do século XX, o nome “Eva” passou a ganhar forte popularidade em diversos países, devido ao abandono da sua relação com a história religiosa. No Brasil, tornou-se muito popular no princípio do século XXI, e hoje em dia está muito na moda de nomes utilizados no batismo de meninas.

A numerologia do nome “Eva”

Dentro da numerologia, o nome “Eva” está relacionado ao número 1. As pessoas com a personalidade ligada a este nome são líderes naturais, e por isso possuem muita facilidade em assumir posições de poder, ou em simplesmente assumir o controle de situações mais complicadas.

Isso é devido a sua autoconfiança, pois Eva sempre conhecerá muito bem os seus limites, sabendo daquilo que é capaz. Trata-se de uma menina muito corajosa e independente, o que pode ser notado desde as brincadeiras de criança, até nos momentos mais difíceis da vida adulta.