Ao nome “Andréia” são atribuídos os significados de “extremamente feminina” e “poderosa”. Trata-se de um bonito nome feminino que carrega os traços de feminilidade e poder às meninas batizadas com ele pelas suas famílias. “Andréia” é um nome muito popular no Brasil, onde ele também pode aparecer nas variações “Andreia”, sem acento, e “Andrea”, sem a letra “i”. Por aqui, as meninas batizadas com estes nomes costumam ser chamadas de “Déia” pelas suas famílias e amigos mais próximos.

A seguir, iremos conhecer um pouco melhor a origem e a história deste nome, para entendermos a sua popularização, assim como os significados por trás dele.

A origem do nome “Andréia”

O nome “Andréia” surgiu como uma variação feminina do nome “André”. Este, por sua vez, teve a sua origem no nome “Andreas”, a partir do dialeto grego, onde surgiu do termo “andrós”, que é traduzido para “homem” ou “másculo” no português. Dessa forma, a variação feminina para o nome acaba tendo os seus significados adaptados de acordo com o gênero, fazendo com que “Andréia” e suas variações recebam o significado de “feminilidade”. Da mesma forma, como os traços de masculinidade muitas vezes são relacionados à força e poder, os traços de feminilidade são igualmente aproximados de conceitos parecidos, fazendo com que esses nomes recebam, por extensão, o significado de “poderosa”, que é transmitido às meninas batizadas de “Andréia” pelas suas famílias.

A história do nome “Andréia”

Os primeiros registros do nome “Andréia” apontam para Portugal, onde o nome passou a ser utilizado a partir do século XIII, através da forma gráfica “Andreu”. A variação feminina “Andréia”, como conhecemos atualmente, passou a ser utilizado nos países falantes de língua inglesa sob a grafia “Andrea” a partir do século XVII, mas acabou ganhando popularidade somente no século XX.

A popularidade das formas masculinas e femininas deste nome começou entre famílias ligadas ao cristianismo, por se tratar do nome de um importante personagem do Novo Testamento, que mais tarde fora reconhecido como um santo da Igreja Católica. Na Bíblia Sagrada, o nome “André” é utilizado para batizar o irmão de Pedro, o primeiro discípulo de Jesus. Na história, André fora crucificado em uma cruz em forma de X, o que fez com que ele fosse reconhecido como Santo André, uma das figuras mais famosas na Igreja Católica durante a Idade Média, e padroeiro de diferentes países, como a Escócia, a Rússia, a Romênia e a Grécia.

Já o nome “Andréia”, como conhecemos no Brasil, chegou aqui através da sua forma gráfica italiana, “Andrea”. Na Itália, essa grafia é utilizada para batizar meninos, mas no Brasil acabou sendo preferida no batismo de meninas.

A numerologia do nome “Andréia”

Dentro da numerologia, o nome “Andréia” está relacionado ao número 7. As pessoas cuja personalidade está ligada a este número costumam ser um pouco solitárias, pois frequentemente sentem a necessidade de se isolar do mundo pois gostam muito de passar um tempo sozinhas.

Isso não significa que Andréia não possui grandes amigos. Apesar de ter um pouco de dificuldade em deixar as pessoas se aproximarem, uma vez que alguém ganha a confiança de Andréia, terá uma amiga para a vida toda.